Jardim do Dharma
Bem-vindo ao Jardim do Dharma
topo

 

Genealogia Shangpa Kagyu

 

A linhagem Shangpa Kagyü foi estabelecida no Tibete pelo erudito-realizado Khyungpo Neldjor (990-1139). Inicialmente, Khyungpo Neldjor estudou e praticou as tradições Bön e Dzogchen. Em seguida, partiu em busca de mais ensinamentos na Índia, retornando com a quintessência das instruções de cento e cinqüenta mestres, dos quais os mais importantes foram:

- As dakinis de conhecimento primordial Niguma e Sukkasiddhi;

- Metripa Abhaya (ou Vadjarasana, Dordje Denpa);

- Rahulaguptavadjra

Realizou e transmitiu os Cinco Ensinamentos de Ouro e os Cinco Últimos. "Cinco Ensinamentos de Ouro" porque Khyungpo Neldjor recebeu os ensinamentos de Niguma após lhe ter oferecido uma grande quantidade de ouro. O número corresponde a uma progressão da prática, ilustrada por uma árvore, a árvore da realização da tradição Shangpa, e na qual as raízes são as seis doutrinas de Niguma; o tronco, uma prática especial do Mahamudra, chamada o "Mahamudra Relicário"- os três galhos, os métodos de integração da experiência do Mahamudra em toda situação, ou seja, os "três aspectos de conduzir ao caminho"- as duas flores, as práticas com as dakinis branca e vermelha; - o fruto, a imortalidade além de todo erro.

 

O primeiro ensinamento de ouro, as raízes da árvore, o fundamento, consiste na seis iogas de Niguma:

- tümo: calor interior, calor e beatitude, união da grande beatitude e da vacuidade;

- corpo ilusório: caráter ilusório das experiências, liberação do apego e da aversão;

- sonho: purificação das ilusões, compreensão das aparências do mundo;

- clara luz: eliminação do obscurecimento mental;

- bardo: reconhecimento da natureza do bardo; transferência da consciência: obtenção da liberação no momento da morte.

 

O segundo ensinamento de ouro, o tronco da árvore, é o Mahamudra Relicário, a tradição de Mahamudra que Khyungpo Neldjor recebeu de Niguma. Tem por preliminares os "três modos naturais" do corpo, da palavra e da mente e a liberação espontânea dos quatro obstáculos que impedem o reconhecimento do mahamudra: está muito próximo para ser reconhecido, é muito profundo para ser apreendido, é muito simples para ser crido e é muito maravilhoso para ser compreendido apenas pela inteligência. A liberação desses quatro obstáculos revela a presença espontânea dos três corpos do Buddha.

O terceiro ensinamento de ouro, os galhos, consiste em três métodos de integração que permitem cultivar a continuidade da experiência do mahamudra em todas as circunstâncias e estão em relação com o lama, o yidam e a experiência de ilusão de todos os fenômenos.

Shangpa Kagyu, que era também um detentor da linhagem Karma Kagyü.
Ele estabeleceu um centro de prática dessas diferentes linhagens e os ensinamentos passaram a seu sucessor Nyengdje Wangpo e depois ao primeiro.

 

O quarto ensinamento de ouro, as flores, consiste em duas práticas com as dakinis branca e vermelha, que permitem, caso se mantenha fielmente os engajamentos, conhecer os domínios das dakinis sem abandonar o próprio corpo.

 

O quinto ensinamento de ouro, o fruto, é a imortalidade sem erro, isto é, no momento da realização última a mente se realiza além das mortes e dos renascimentos. "Cinco Últimos" significa que ele realizou os cinco mais altos aspectos da divindade, o resultado último dos cinco principais tantras do anuttarayogatantras, agrupando, em único mandala, cinco divindades (sadhana das Divindades dos Cinco Tantras): Guhyasamadja Mahamaya, Hevadjra, Chakrasamvara e Vadjrabhairava. Esta prática, cuja origem remonta ao tantra "O Oceano de Jóias", lhe foi transmitida pelo mahasiddha Vadjarasana, e constitui a base do sistema iniciático Shangpa. Khyungpo Neldjor introduziu e difundiu no Tibete as doutrinas recebidas na Índia, em particular nas províncias centrais de U e Tsang, especialmente numa região chamada Shang, donde seu outro nome, "o lama de Shang" e donde o nome Shangpa para a linhagem que se desenvolveu em seguida. Viveu 150 anos e fundou mais de cem mosteiros, ensinando e manifestando numerosos milagres. Teve inúmeros discípulos, sendo o principal Motchokpa (1117-?), e por meio deste os ensinamentos foram passados para: Kyergangpa (fim do século XII e início do século XIII, que viveu 73 anos), depois para Nyentön Rigonpa (início do século XIII, tendo vivido 72 anos) e para Sangye Tönpa (século XIII, vivendo 72 anos), que constituem, com Vadjradhara, Niguma e Khyungpo Neldjor os sete primeiros mestres da linhagem: as "Sete Jóias". As instruções que até então tinham sido transmitidas unicamente por via oral foram difundidas por Sangye Tönpa, que teve por discípulo Khedrup Tsangma Shangtön (1234-1309) e colocadas sob forma escrita por seus sucessores: Samdingpa Shönudrup (falecido em 1319), Djapa Gyaltsen Bum (1261-1334) e Serlingpa Tashipel (1292-1365). Esta linhagem é dita "distante" e continuou sem interrupção no interior das escolas Kagyü, Nyingma, Sakya e Gueluk. Duas outras linhagens, ditas "próxima" e "muito próxima", surgiram de revelações diretas da dakini de conhecimento primordial Niguma. Suas origens respectivas são o mahasiddha Thangtong Gyelpo (1361-1485) com a linhagem Thanglug, e, de outra parte, Djonang Kunga Drötcho e Taranatha (Drölwai Gönpo, 1575-1634) com a linhagem Djonanglug. Essas diferentes linhagens convergiram no século XVI para o oitavo Tai Situ Rinpoche Djamgön Kongtrul Lodrö Thaye, no século XIX. Deste para Tashi Tchöpel, depois para Norbu Töndrup e finalmente para Kalu Rinpotche e Bokar Rinpotche, o atual hierarca da linhagem. Os principais ensinamentos transmitidos pela linhagem Shangpa consistem nos cinco ciclos: - de Niguma, em particular os Cinco Ensinamentos de Ouro, que apresentam um conjunto coerente e conciso de um dos mais elevados e profundos métodos de realização; shangpa kagyu- de Sukkasiddhi, as seis iogas e o mahamudra; - de Metripa, a prática de Mahakala Tchadrupa; - de Abhaya, a prática das divindades dos cinco tantras; - de Rahula, a prática conjunta das quatro divindades. Esses ensinamentos constituem o coração da transmissão e das práticas nos centros Shangpa durante o tradicional retiro de três anos.

 

 

Jardim do Dharma - Kagyü Dak Shang Chöling
ACESSE TAMBÉM:
Site SBTCC

Instale em seu celular ou tablet o aplicativo do Jardim do Dharma e receba atualizações
CLIQUE AQUI

Encontrou problemas no site? Por favor, CLIQUE AQUI e nos informe.
Ou mande um email para secretaria@jardimdharma.org.br

Este site é melhor visualizado em 1280 x 960